Carvão ativado feito em CASA – É possível?
28/05/2021
Carvão Ativado para corpo e rosto: quais os benefícios? Como usar?
10/06/2021

Principais RISCOS e CUIDADOS ao usar carvão ativado

Você certamente já ouviu falar do carvão ativado.

Essa substância, que por muito tempo foi considerada o “antídoto universal”, está cada vez mais presente no mundo dos cosméticos.

Mas não é só isso. O uso oral do carvão ativado também tem atraído mais olhares, pois hoje há indícios que essa substância pode ser uma grande aliada no alívio de alguns sintomas desagradáveis, como ressaca e gases.

Porém, pouco se fala sobre os riscos de usar carvão ativado e os cuidados necessários para que haja mais benefícios do que efeitos colaterais.

Afinal, por mais que o carvão ativado possa oferecer diversas vantagens, seu uso indevido por resultar em problemas na saúde.

Pensando nisso, nós selecionamos os principais usos dessa substância e separamos os riscos e cuidados que você precisa ter com o carvão ativado.

Se ficou interessado(a) e quiser aprender mais, basta continuar a leitura!

Quais são os riscos do uso oral do carvão ativado?

Comecemos pelo uso mais antigo do carvão ativado: via oral.

Como já citamos anteriormente, ele já foi considerado o antídoto universal. Isso porque o carvão ativado possui uma poderosa ação absorvente, capaz de absorver e eliminar toxinas do corpo.

Alguns estudos também sugerem que ele pode ajudar a promover a saúde dos rins (1) e reduzir o mau cheiro causado pela TMAU (2).

De uma maneira geral, os riscos relacionados ao uso oral do carvão ativado são bem baixos. Seu uso é considerado bastante seguro.

Ainda assim, alguns efeitos adversos desagradáveis podem surgir, como:

  • Enjoo
  • Vômito
  • Intestino preso

Em casos de uso do carvão ativado como um antídoto, é necessário que a pessoa a ser tratada esteja completamente consciente, pois, se estiver letárgica ou semiconsciente, ele pode ir parar nos pulmões em vez do estômago (3).

Pessoas com porfiria variegata estão proibidas de tomar carvão ativado, pois a substância pode piorar os sintomas da doença (4).

O carvão ativado também pode reduzir a absorção de alguns remédios. Sendo assim, aqueles que fazem uso de medicamentos devem sempre consultar um profissional da área da saúde antes de ingerir carvão ativado.

Quais são os riscos de usar carvão ativado nos cabelos?

O carvão ativado é muito utilizado nos fios e no couro cabeludo principalmente para retirar a oleosidade excessiva e fazer uma limpeza profunda.

Seu uso é considerado bastante seguro. Porém, pessoas com o couro cabeludo sensível ou alérgicas à substância devem evitar o uso.

Além disso, é muito importante que o carvão ativado não seja utilizado com frequência no cabelo e couro cabeludo.

Seu uso excessivo pode resultar em um ressecamento, o que pode causar inflamações, irritações ou até mesmo o temido efeito rebote (quando o couro cabeludo, numa tentativa de tratar o ressecamento, produz mais oleosidade).

Quais são os riscos de usar carvão ativado na pele?

Hoje, o carvão ativado está presente em grande parte dos cosméticos usados para a pele.

Cada vez mais as marcas vêm adicionando a substância nas fórmulas de sabonetes, máscaras e esfoliantes.

Também tem aqueles que preferem utilizar o carvão ativado diretamente na pele.

Seja como for, a boa notícia é que o uso do carvão ativado nas rotinas de cuidado com a pele (skincare) costuma ser bastante seguro e oferece pouquíssimos riscos.

Por outro lado, é sempre importante tomar cuidado com possíveis reações alérgicas. Uma boa ideia é testar uma pequena quantidade do produto na pele antes de aplicar em grande quantidade.

Além disso, o uso excessivo do carvão ativado pode deixar a pele ressecada. Sendo assim, o indicado é que essa substância não seja aplicada em peles secas.

Esfoliações com carvão ativado devem ser evitadas em peles muito sensíveis ou que estejam com lesões.

Quais são os riscos de usar carvão ativado nos dentes?

Cada vez mais produtos de higiene bucal com carvão ativado surgem no mercado. As marcas prometem dentes mais brancos graças a remoção de manchas causadas por café, vinho e placa dental.

Esse é um assunto bastante polêmico. Se por um lado muitas pessoas afirmam que o carvão ativado é, sim, capaz de clarear os dentes, por outro ainda não há evidências científicas de que essa substância seja capaz de fazer isso.

Além disso, alguns dentistas chamam a atenção para o fato de que o carvão ativado é bastante abrasivo e, por essa razão, ele pode enfraquecer o esmalte dos dentes.

Muitas pessoas optam por misturar o pó de carvão ativado com água e aplicar a pasta formada nos dentes.

Para não prejudicar o esmalte e manter a sua saúde dental, é importante não usar o carvão ativado com frequência e, se possível, alternar com o uso de pasta de dente com flúor.

Para amenizar a ação abrasiva do carvão ativado, opte por utilizar os dedos em vez da escova de dente na hora de aplicá-lo nos dentes.

E aí, o que achou desse post?

Você ainda tem alguma dúvida sobre os riscos e cuidados com o uso de carvão ativado?

Então conta para a gente aqui nos comentários para que possamos esclarecê-la!

Fontes:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *